• PT
  • EN
  • [a-z-listing display="posts" post-type="post" taxonomy="category" terms="dicionario-global"]
    • #
    • a
    • b
    • c
    • d
    • e
    • f
    • g
    • h
    • i
    • j
    • k
    • l
    • m
    • n
    • o
    • p
    • q
    • r
    • s
    • t
    • u
    • v
    • w
    • x
    • y
    • z

    Letra:

    Mostrar todos

    • Agostinho de Hipona

      Aurélio Agostinho de Hipona (conhecido simplesmente como Santo Agostinho) nasceu em Tagaste (atual Souk-Ahras, na África romana) em 13 de novembro de 354. O seu pai, Patrício, era pagão, ao passo que a sua mãe, Mônica, professava o cristianismo e exerceu sempre sobre o filho uma forte influência. Agostinho de Hipona transcorreu a infância e […]
      Ler mais
    • Água

      A água suscita um sem-número de abordagens (cf. BOCCALETTI, 2022, passim), desde a mitologia, a religião ou a literatura, passando, entre outras áreas, pela ciência, pela geografia, pela política ou pela ecologia. Sobre o modo como se originou o mundo, ou cosmogonia, Homero, seguindo uma tradição cosmogónica de tipo aquático, presente entre os povos do […]
      Ler mais
    • Alcorão

      O substantivo “Alcorão” e o seu sinónimo “Corão” designam o livro sagrado do islão, ao derivarem da expressão árabe al-Qurʾān, que significa “a Recitação” ou “a Recitação Eloquente”, ou ainda “a Junção”. Na religião islâmica, o Alcorão é a palavra incriada de Deus (Allāh), revelada em língua árabe através de Muḥammad (Maomé), profeta do islão […]
      Ler mais
    • Alimentação

      Abordar a alimentação enquanto direito humano implica recuar até aos anos de 1940. Depois de, na primeira metade do século XX, a humanidade ter vivido duas guerras mundiais e conhecido destruição, pobreza e fome, quer durante os conflitos quer nos anos que se seguiram, foi sentida a necessidade de criar um quadro legal que protegesse […]
      Ler mais
    • Alorna, Marquesa de (Almeida, D. Leonor de)

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Ambiente, Direito ao, Direito do

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Amor

      Amor, palavra que diz muito, tema que está sempre presente em qualquer sociedade. Sentimento classificado de várias formas e que deveria ser experimentado por todos. No entanto, na sociedade contemporânea, com a marcante ausência de convívio social, de carência de interação, a maneira de dar e receber afetos ganha novos contornos. Alicerçada pela cultura das […]
      Ler mais
    • Anarquismo

      A abordagem às relações entre a questão dos direitos humanos e os ideais sociais, políticos e culturais associados ao Anarquismo deve ter em conta a diversidade dos pontos de vista segundo os quais os dois conceitos têm sido pensados e a necessidade de se delimitarem os espaços de convergência e de oposição derivados dos respetivos […]
      Ler mais
    • Ângelo, Carolina Beatriz

      Médica, feminista, ativista republicana (Guarda 16.04.1878 – Lisboa 3.10.1911), filha de Viriato António Ângelo e de Emília Barreto Ângelo, é a segunda dos quatro filhos do casal. Cresceu num ambiente familiar liberal, sendo o seu pai jornalista e apoiante do Partido Progressista, permitindo-lhe estudar e lutar por uma vida independente. Em 1902, tendo sido uma […]
      Ler mais
    • Animais, Direitos dos

      A consciência de que os animais têm direitos é muito recente, o que não quer dizer que não haja antecedentes relevantes, mesmo que focados mais no Homem do que nos bichos. Na Antiguidade Clássica, Pitágoras (c. 570 a.C – c. 495 a.C.) considerou que a abstenção de carne tornava o Homem menos predisposto à violência […]
      Ler mais
    • Antigos e Modernos

      Enunciar o tema dos Antigos e Modernos remete diretamente para a querela seiscentista que teve como figuras antagónicas e centrais Charles Perrault (1628-1703) e Nicolas Boileau (1636-1711). É certo que essa correlação previsível não predetermina o confinamento da temática ao caso restrito da querela. Pode, no entanto, enviesar o seu desenvolvimento encaminhando-o para a construção […]
      Ler mais
    • Antiguidade Clássica

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Antunes, Padre Manuel

      Humanista, personalista cristão, produz uma vasta obra que enaltece o respeito pela dignidade humana, numa perspetiva partilhada entre aquele que aufere direitos e aquele que é sujeito de deveres, que, na verdade, invertendo continuamente as suas posições, serão um e o mesmo, permitindo que essa dignidade seja o fundamento último de respeito por todos os […]
      Ler mais
    • Apartheid

      O que é o Apartheid? “O horror! O horror!”. Quem esquecera a ulterior anáfora do coronel Kurz n’O Coração das Trevas, de Joseph Conrad (1899), “durante o supremo momento de conhecimento completo”? A reação perturbada da personagem ficcional face ao atroz furor do colonialismo europeu – no continente africano –, a atração irresistível da performance […]
      Ler mais
    • Apátrida

      “Apátrida” é a designação dada às pessoas que não têm a nacionalidade de nenhum Estado, entendida esta como o estatuto jurídico que liga uma pessoa a uma dada comunidade política estatal e de que decorrem direitos e deveres específicos. Apesar de a Declaração Universal dos Direitos Humanos de 1948 fixar, como “ideal comum a atingir […]
      Ler mais
    • Aquino, Tomás de

      Tomás de Aquino nasceu em Roccasecca (Lácio, Itália), de uma família nobre de condes. Destinado a uma vida monástica, escolheu a ordem dos dominicanos, opção determinada pelo amor ao conhecimento e ao estudo. É um dos máximos expoentes da Escolástica. Trabalhou incansavelmente para criar as condições para a coexistência entre a religião cristã e a […]
      Ler mais
    • Arendt, Hannah

      A vida de Hannah Arendt é marcada pelos acontecimentos mais relevantes do século XX, como a guerra, o totalitarismo, o genocídio, o antissemitismo e o racismo, a fuga e o exílio, o espectro da destruição nuclear. As suas descrições críticas do fenómeno dos refugiados, a sua análise das aporias dos direitos humanos, bem como as […]
      Ler mais
    • Artes

      A definição de arte continua a ser das mais desafiantes, mesmo nos dias correntes. O seu conceito pode variar dependendo de geografias, culturas ou espaços. Janson (2010), um dos autores de maior referência no campo da História da Arte, refere que a arte esteve, durante gerações, alicerçada numa visão de três expressões artísticas: escultura, arquitetura […]
      Ler mais
    • Asilo, Direito de

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Associação, Liberdade de

      Origens e sentido A liberdade de associação é uma liberdade fundamental do indivíduo, essencial ao bom funcionamento do Estado de Direito democrático do século XX, e que tem consagração expressa na maior parte dos catálogos de direitos dos textos constitucionais (em Portugal, no art. 46.º da CRP) e nos textos internacionais relativos a direitos fundamentais […]
      Ler mais
    • Ativismos

      O ativismo é uma forma de intervenção, de ação ou omissão, realizada por uma pessoa individual ou coletiva, podendo ser entidades ou organizações humanas, privadas ou públicas (até mesmo o próprio Estado), que cria condições epistemológicas para resistir, movimentar, direcionar e/ou gerar mudança política, jurídica, econômica, social e/ou cultural, com efeitos positivos e/ou negativos, em […]
      Ler mais
    • Beauvoir, Simone de

      A parisiense Simone Lucie–Ernestine–Marie Bertrand de Beauvoir nasceu a 9 de janeiro de 1908 e faleceu a 14 de abril de 1986, vitima de pneumonia, na cidade que a viu nascer. Foi sepultada no Cemitério de Montparnasse, em Paris, ao lado de Jean-Paul Sartre, o filósofo com quem manteve uma relação amorosa ao longo da […]
      Ler mais
    • Beccaria, Cesare

      1 – Cesare Beccaria Bonesana, marquês de Gualdrasco e Villareggio, nasceu a 15 de março de 1738 em Milão, no seio de uma família nobre, mas arruinada. Depois de se ter licenciado em Direito Civil e Canónico na Universidade de Pavia, em 1758, e de uma breve passagem pelo cárcere, por influência do pai, que […]
      Ler mais
    • Bentham, Jeremy

      Jeremy Bentham foi um pensador inglês, também conhecido como filósofo, jurista e ainda como filósofo político-jurídico (STRAUSS, 2013). Suas ideias contemplavam as expressões reformistas políticas e sociais num contexto também jurídico; foi idealizador do conceito filosófico-político conhecido como utilitarismo, que tinha na época como objetivo a realização de reformas políticas e sociais, especialmente a criação […]
      Ler mais
    • Bíblia

      Fotografia: Bernardes Franco   Não é fácil falar de direitos humanos na Bíblia, antes da promulgação da Declaração Universal dos Direitos Humanos pela Assembleia Geral das Nações Unidas em 1948. Esta declaração é uma recolha dos direitos fundamentais da pessoa humana, sobretudo no que diz respeito aos direitos políticos, religiosos e civis. Era natural que, […]
      Ler mais
    • Bildung

      Introdução A palavra alemã Bildung é intraduzível (BOLLENBECK, 1994). Ela tem sido fundamental para a construção de uma autocompreensão cultural moderna e individual dos falantes de alemão. É consequentemente difícil separá-la do seu carácter distintivo e da sua história. Contudo, nas traduções de muitos textos relevantes para os direitos humanos, a própria palavra intraduzível é […]
      Ler mais
    • Bill of Rights (1689)

      Bill of Rights é a designação por que ficou conhecida a tradução legislativa dos princípios, exigências e reivindicações contidos na Declaração de Direitos, proclamada pelo Parlamento-Convenção com a aceitação de Guilherme (e de Maria) aquando da Revolução Gloriosa de 1688, em Inglaterra. O título completo seria a “lei que declara os direitos e liberdades do […]
      Ler mais
    • Biodireito

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Bioética

      Conceito e sentido da expressão “bioética”. A expressão “bioética” resulta da combinação entre as palavras gregas bios (vida) e ethos (ética). A ética informa a deontologia profissional dos médicos e dos enfermeiros. O Juramento de Hipócrates e o Código Deontológico dos Médicos constituem o corpo de normas e de boas práticas da atividade médica e […]
      Ler mais
    • Bocage

      O homem e as suas circunstâncias A sociedade que Bocage conheceu era opaca, muito hierarquizada, erigida maioritariamente em torno de uma classe: a nobreza. Eram evidentes os privilégios de que esta classe usufruía em vários domínios: a administração da Justiça, a política fiscal, o acesso ao oficialato nas forças armadas, ao exercício da governação e […]
      Ler mais
    • Bodin, Jean

      Uma vida moderna Nascido em Angers, entre 1529 e 1530, e tendo morrido vítima de peste em Laon, em 1596, Jean Bodin foi um intelectual moderno em pelo menos quatro aspetos: em primeiro lugar, foi um burguês da província, filho de um negociante, que apenas saiu rumo a Paris em 1545, para aí seguir estudos […]
      Ler mais
    • Burke, Edmund

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Cabral, Amílcar

      Amílcar Cabral foi um dos revolucionários africanos mais notáveis do século XX. Enquanto líder do Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC), conduziu uma das lutas de libertação mais bem-sucedidas do continente africano. Sob sua liderança, a Guiné-Bissau tornou-se num dos expoentes da luta contra o colonialismo português. O seu compromisso com […]
      Ler mais
    • Campanella, Tommaso

      Profundamente marcada pela influência da República platónica, onde os cidadãos filósofos são chamados a governar o Estado de acordo com as leis da razão (leis essas que unem as formas humanas de viver à ordem cósmica), a utopia renascentista da Cidade do Sol foi escrita em 1602 por Tommaso Campanella no vulgar florentino e só […]
      Ler mais
    • Carta Africana dos Direitos Humanos e dos Povos

      I. A Carta Africana dos Direitos Humanos e dos Povos (doravante Carta Africana) é um tratado regional de direitos humanos adotado no quadro da então Organização de Unidade Africana (OUA) em 1981. A Carta Africana assume particular relevância para a consolidação de uma cultura de direitos humanos em África, bem como o seu contributo para […]
      Ler mais
    • Carta Árabe dos Direitos Humanos

      A Carta Árabe dos Direitos Humanos foi adotada na Tunísia em maio de 2004, numa cimeira da Liga dos Estados Árabes, tendo entrado em vigor em março de 2008. Resultado da revisão de um tratado com o mesmo nome, que tinha sido adotado pela Liga em 1994 e que nunca chegou a entrar em vigor […]
      Ler mais
    • Carta das Nações Unidas (1945)

      Carta das Nações Unidas A Carta das Nações Unidas, que estabelece a Organização das Nações Unidas (ONU), foi assinada a 26 de junho de 1945, em São Francisco, nos Estados Unidos da América, e entrou em vigor a 24 de outubro de 1945. Tratado internacional constitutivo da ONU, a Carta estipula os direitos e obrigações […]
      Ler mais
    • Carta dos Direitos Fundamentais da União Europeia

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Carta Portuguesa de Direitos Humanos na Era Digital

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Carta Social Europeia

      Créditos da imagem: Conselho da Europa – www.coe.int     A tutela dos direitos fundamentais dos países da União Europeia faz-se de forma multinível, levando em consideração um sistema tripartido de proteção, a saber: as normas que resultam do Direito Internacional, do Direito da União Europeia e do próprio direito interno, conforme consagrado nas leis […]
      Ler mais
    • Censura

      Censura é a supressão de informação, discurso ou de qualquer comunicação social pública, por serem considerados prejudiciais ou inconvenientes, podendo ser levado a cabo por um governo ou instituições de controlo. Pode ser exercida sobre a imprensa, discursos, livros, teatro, cinema, música e arte, bem como sobre a Internet. A censura é habitualmente acompanhada de […]
      Ler mais
    • Ciberespaço

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Cidadania e Nacionalidade

      Mais do que tratar os conceitos de cidadania e nacionalidade, importa esclarecer que ser cidadão de um Estado, ou ser nacional de um Estado, pode ter grande valor humanístico ou quase nada representar. Pode ser uma benfeitoria extraordinária ou redundar num mal maior. Podemos também fazer coincidir os dois termos ou diferenciá-los quando as duas […]
      Ler mais
    • Cidade-Manifesto

      O movimento das praças públicas, entre 2011 e 2016, testemunha o processo de mundialização das mobilizações sociais e políticas nas metrópoles ocidentais, depois das ocorridas no contexto de emancipação nacional da Primavera Árabe. Estes movimentos surgem depois de uma década de manifestações gigantes que deram visibilidade, à escala mundial, a causas transnacionais e a modos […]
      Ler mais
    • Ciência

      A Organização das Nações Unidas (ONU) foi criada a 24 de outubro de 1945, juntando 51 países (hoje são 193, entre os quais Portugal, que só entrou em 1955). A 10 de dezembro de 1948, a ONU proclamou, com 48 votos a favor, zero contra e oito abstenções, a Declaração Universal dos Direitos Humanos (ONU, […]
      Ler mais
    • Codificação

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Colonialismo

      Derivada de “colônia”, a palavra “colonialismo” pode assumir diversas acepções, segundo o viés de quem a promove, defende, padece, a ela se conforma ou resiste. Em Dialética da Colonização, Alfredo Bosi (1993, 11) recordava que “As palavras cultura, culto e colonização derivam do mesmo verbo latino, colo, cujo particípio passado é cultus e o particípio […]
      Ler mais
    • Comissão Nacional de Socorro aos Presos Políticos

      Surgida no rescaldo das eleições de outubro de 1969, a Comissão Nacional de Socorro aos Presos Políticos (CNSPP) resultava da capacidade operativa alcançada pela oposição cujo dinamismo, apesar das diferenças prevalecentes, consubstanciava-se na cooperação estreita na Comissão Democrática Eleitoral (CDE). Concluído o sufrágio, a mesma plataforma oposicionista abraçava uma causa eivada de transversalidade cuja índole […]
      Ler mais
    • Comunismo

      A relação do comunismo com a ideia e presença real dos direitos humanos, tanto no plano da teoria como no da História, é pautada por um conjunto de tensões cuja compreensão é essencial para se elucidar como esta ideologia concebe este conceito. Um dos locais onde em primeiro lugar se pode gizar o horizonte dessas […]
      Ler mais
    • Condorcet, Marquês de

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Constitucionalismo

      O constitucionalismo corresponde à “teoria (ou ideologia) que ergue o princípio do governo limitado indispensável à garantia dos direitos em dimensão estruturante da organização político-social de uma comunidade”; é uma “teoria normativa da política” (CANOTILHO, 2018, 51). A definição aqui apresentada evidencia o cerne do constitucionalismo: a organização político-social que limita o poder de governo, […]
      Ler mais
    • Constitucionalismo Angolano

      Os direitos humanos na I República (1975-1991) O tratamento constitucional dos direitos humanos em Angola corresponde a cada um dos períodos históricos que o país conheceu desde a proclamação da independência nacional, a 11 de novembro de 1975. A Lei Constitucional de 1975, que corresponde ao período da chamada I República (de 1975 a 1991), […]
      Ler mais
    • Constitucionalismo Brasileiro

      Próximo de completar 200 anos em 2024, o constitucionalismo brasileiro é uma construção com avanços e recuos. Assombrado por regimes autoritários e pelo passado colonial, a sua evolução sofreu a influência do constitucionalismo francês, do norte-americano e do alemão. Embora atualmente possamos considerar viver sob um constitucionalismo(®) de cariz democrático, com a vigência de uma […]
      Ler mais
    • Constitucionalismo Cabo-verdiano

      Os Direitos Humanos na Constituição Cabo-Verdiana de 1992 Poderíamos começar por dizer que a Constituição cabo-verdiana de 1992 é amiga e protetora dos direitos humanos. É amiga porque dedica-lhe três títulos em que, como veremos adiante, consagra um conjunto complexo de direitos fundamentais para a pessoa humana, permitindo até que “As leis ou convenções internacionais […]
      Ler mais
    • Constitucionalismo Guineense

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Constitucionalismo Moçambicano

      Contextualização histórica O constitucionalismo é a “a teoria (ou ideologia) que ergue o princípio do governo limitado indispensável à garantia dos direitos em dimensão estruturante da organização político-social de uma comunidade” (CANOTILHO, 2023, 77). O constitucionalismo moçambicano, baseado na lei mãe, a Constituição da República de Moçambique, assegura os direitos e deveres do povo e […]
      Ler mais
    • Constitucionalismo Português

      Não obstante, por tradição, se localizar na Revolução Liberal de 1820 o início do constitucionalismo português, tendo como primeira expressão formal a Constituição de 1822, senão mesmo as Bases da Constituição, aprovadas pelas Cortes Constituintes, em 1821, a verdade é que o constitucionalismo português lhe é anterior. Uma vez que não há Estado sem uma […]
      Ler mais
    • Constitucionalismo Santomense

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Constitucionalismo Timorense

      Introdução O “Conceito Ocidental de Constituição” (SOARES, 1986, 36), dirigido à garantia da legitimidade (em sentido amplo) do exercício do poder é a resposta histórica da modernidade ao problema da legitimidade do exercício do poder. Por isso, uma entrada enciclopédica sobre o constitucionalismo timorense implica a consideração de diferentes dimensões da resposta constitucional dada à […]
      Ler mais
    • Contrato

      O termo contrato designa um acordo de vontades que produz efeitos jurídicos, assentando num determinado compromisso entre as partes envolvidas. Esta definição está contida na origem etimológica do termo – particípio passado do verbo contrahere, em latim, que significa juntar ou reunir, remetendo para um ato conjunto, uma convenção entre partes relativamente a uma interação […]
      Ler mais
    • Convenção de Genebra (1864)

      Introdução A Convenção de Genebra, de 1864, cuja designação completa é Convenção de Genebra para Melhorar a Sorte dos Militares Feridos nos Exércitos em Campanha, pode ser considerada o documento fundador do Direito Internacional Humanitário. Até então existiam já normas reguladoras dos comportamentos em situação de guerra que estavam inseridas nos regulamentos militares de cada […]
      Ler mais
    • Convenção de Istambul

      A Convenção de Istambul, nome pelo qual é conhecida a Convenção do Conselho da Europa para a Prevenção e o Combate à Violência Contra as Mulheres e a Violência Doméstica, é um instrumento jurídico internacional inovador, adotado em Istambul em 11 de maio de 2011. A Convenção foi ratificada por Portugal em 2013 e, um […]
      Ler mais
    • Convenção Europeia dos Direitos Humanos

      A Convenção Europeia dos Direitos do Homem (CEDH), ou, como hoje é denominada em Portugal (por força da lei n.º 45/2019, de 27 de junho), Convenção Europeia dos Direitos Humanos, é uma convenção internacional elaborada no âmbito do Conselho da Europa (criado em 1949) e assinada em Roma a 4 de novembro de 1950, tendo […]
      Ler mais
    • Convenção Interamericana dos Direitos Humanos

      O sistema interamericano de direitos humanos tem tido um desenvolvimento interessante, como também quanto aos desafios em matéria de direitos humanos com os quais tem de lidar. Apesar de hoje estar plenamente consolidado como um sistema robusto inserido na arquitetura da Organização de Estados Americanos (OEA), o caminho tem sido marcado por uma história de […]
      Ler mais
    • Convenção sobre a Eliminação de Todas as Formas de Discriminação contra as Mulheres

      Tratado internacional de fundamental importância para os direitos humanos, mais especificamente quanto à defesa dos direitos humanos das mulheres, a Convenção sobre a Eliminação de Todas as Formas de Discriminação Contra as Mulheres (CEDAW, sigla em inglês) foi assinada e ratificada pela resolução 34/180, da Assembléia Geral das Nações Unidas, de 18 de dezembro de […]
      Ler mais
    • Convenção sobre os Direitos da Criança

      Crianças de 1.º ciclo no Agrupamento de Escolas de Redondo Créditos fotográficos: Bernardes Franco ___ A Convenção sobre os Direitos da Criança foi adotada pela Assembleia Geral das Nações Unidas, por unanimidade, a 20 de novembro de 1989 (resolução n.º 44/25, de 20 de novembro de 1989) e ratificada por Portugal em 1990 (foi aprovada […]
      Ler mais
    • Convenção sobre os Direitos do Homem e a Biomedicina

      A Convenção para a Proteção do Homem e da Dignidade do Ser Humano face às Aplicações da Biologia e Medicina, abreviadamente designada por Convenção sobre os Direitos do Homem e a Biomedicina (CDHB), entrou em vigor em 1 de dezembro de 1999, após perto de uma década de trabalho por parte do Comité Diretor de […]
      Ler mais
    • Corão

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Corpo humano

      O “corpo” é concebido na Filosofia antiga ocidental como realidade material em contraposição com a alma ou com o espírito, tal como podemos verificar em Platão “[…] enquanto possuímos um corpo e a nossa alma estiver reunida a este mau companheiro nunca conseguiremos suficientemente o objeto de nossas aspirações, que afirmamos ser a verdade” (Fédon, […]
      Ler mais
    • Correia, Natália

      Natália Correia nasceu em 1923, na ilha de São Miguel, arquipélago dos Açores, mudando-se, com a mãe e a irmã primogênita, para Lisboa, em 1934, onde falece, aos 70 anos, em 1993. Foi poetisa, ficcionista, autora teatral, ensaísta, consultora literária, editora, diretora e escritora de periódicos e de programas televisivos, além de deputada pelo Partido […]
      Ler mais
    • Corte Interamericana de Direitos Humanos

      A Corte Interamericana de Direitos Humanos é o órgão jurisdicional do sistema regional interamericano,  composta por sete juízes nacionais de Estados-Membros da OEA, eleitos a título pessoal pelos Estados Partes da Convenção. A Corte Interamericana apresenta competência consultiva e contenciosa. Por meio de sua competência consultiva, a Corte desenvolve a interpretação de disposições da Convenção […]
      Ler mais
    • Cosmopolitismo

      Etimologicamente, aquilo que é próprio, ou comum, a todas as polis; trata-se de um termo composto do grego, mas de sentido moderno. Se as cidades antigas da Magna Grécia coincidiam em alguns aspetos comuns que as distinguiam dos não gregos (nomeadamente a língua), a sua lógica de relacionamento face aos outros (e mesmo mutuamente) era […]
      Ler mais
    • Cultura

      No preâmbulo da Declaração Universal sobre a Diversidade Cultural, aprovada pela Conferência Geral da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura, em novembro de 2001, “cultura” é descrita como um conjunto “de características espirituais, materiais, intelectuais e emocionais diferenciadoras de uma sociedade ou de um grupo social, e que compreende, para além […]
      Ler mais
    • Dança

      A dança pode ser considerada como uma das mais antigas atividades humanas. Ao longo de sua existência é reconhecida e apreciada pela capacidade de integrar uma diversidade de saberes e manifestações em um mesmo fenómeno. A presença da dança em cada cultura, em diferentes contextos e com ilimitadas possibilidades de significados, caracteriza sua amplitude e […]
      Ler mais
    • Declaração das Cortes de Leão (1188)

      Os decretos emanados da reunião extraordinária da curia regis realizada no claustro do Mosteiro de Santo Isidoro de Leão em 1188 são percecionados como um elemento essencial na história do parlamentarismo europeu ao atestarem, pela primeira vez, uma presença institucional do “povo” no seio de reuniões que, até então, eram certamente restritas aos monarcas e […]
      Ler mais
    • Declaração de Belém do Pará

      A Organização do Tratado de Cooperação Amazônica (OTCA) compreende oito países signatários: Brasil, Bolívia, Colômbia, Equador, Guiana, Peru e Venezuela. Dia 9 de agosto de 2023, estes países assinaram a Declaração de Belém, ratificando uma agenda comum na cooperação entre os Estados detentores da maior floresta amazônica. O painel foi constituído de forma semelhante ao Painel […]
      Ler mais
    • Declaração de Direitos do Bom Povo da Virgínia (1776)

      Adotada em junho de 1776, a Declaração de Direitos da Virgínia representa um marco histórico na proteção das liberdades fundamentais, quer pela importância das garantias nela enumeradas, quer pelo corpo teórico que as justificava. Exerceu ainda grande influência na elaboração de documentos posteriores, como a Declaração de Independência (redigida poucos dias depois), as diversas constituições […]
      Ler mais
    • Declaração de Direitos do Homem e do Cidadão (1789)

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Declaração de Pequim

      O documento Declaração de Pequim foi aprovado na IV Conferência Mundial da Organização das Nações Unidas sobre as Mulheres, em setembro de 1995. O seu principal objetivo foi a revitalização da importância dos direitos humanos das mulheres e, em segundo lugar, a elaboração de um plano, cuja operacionalização ficou conhecida como Plataforma de Ação de […]
      Ler mais
    • Declaração dos Direitos da Mulher e da Cidadã (1791)

      A Declaração dos Direitos da Mulher e da Cidadã (DDMC) é um texto escrito por Olympe de Gouges em 1791. Tendo por contraponto a Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão (DDHC) de 1789, a DDMC constitui-se, essencialmente, como um manifesto pelos direitos das mulheres. O texto foi redigido no período revolucionário (Revolução Francesa), […]
      Ler mais
    • Declaração dos Direitos Humanos e do Cidadão (1789)

      A proclamação e a aceitação do princípio dos direitos do Homem foram precedidas por um longo e acidentado processo de amadurecimento, desde a elaboração do direito natural e da dignidade da pessoa até à consciencialização política do poder do povo e da sua prevalência sobre a tradicional soberania absoluta dos monarcas. Compreende-se, por isso, que […]
      Ler mais
    • Declaração Universal dos Direitos do Homem (DUDH)

      A Declaração Universal dos Direitos do Homem (DUDH) é o título do documento adotado a 10 de dezembro de 1948 pela Assembleia Geral das Nações Unidas. O documento foi aprovado por 48 membros, registando-se oito abstenções: Arábia Saudita, República Socialista Soviética da Bielorrússia, Checoslováquia, Jugoslávia, Polónia, África do Sul, República Socialista Soviética da Ucrânia e […]
      Ler mais
    • Declaração Universal dos Direitos Humanos (1948)

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Deficiência, Direito das Pessoas com

      Evolução histórica. O tema dos direitos e liberdades fundamentais das pessoas com deficiência ainda é emergente e merecedor de atenção, especialmente no mundo jurídico e, sobretudo, na comunidade académica portuguesa. A questão dos direitos humanos das pessoas com deficiência evoluiu longa e lentamente nas diferentes épocas históricas, que sempre foram uma questão inexistente ou invisível […]
      Ler mais
    • Delitos e Penas, Teoria dos

      A designação Teoria dos Delitos e das Penas, que se vulgarizou na doutrina penalista e, em boa verdade, em todo o Direito, vai buscar a sua raiz à obra Dei Delitti e delle Pene (1764), de Cesare Beccaria, marco indiscutível no direito penal moderno (BECCARIA, 2007). Nesse trabalho seminal, o marquês de Beccaria (1738-1794), eminente […]
      Ler mais
    • Democracia

      O conceito de democracia é complexo, multidimensional e pouco consensual. A liberalização dos regimes políticos e as recentes vagas de democratização foram acompanhadas pela constante (re)definição e refinamento conceptual do conceito de democracia. A teoria da democracia é profusa e tem gerado várias propostas conceptuais sobre “o que é a democracia… e não é” (SCHMITTER […]
      Ler mais
    • Descanso, Direito ao

      O art. 59.º da Constituição da República Portuguesa (“Direitos dos trabalhadores”) declara que “(1) Todos os trabalhadores, sem distinção de idade, sexo, raça, cidadania, território de origem, religião, convicções políticas ou ideológicas, têm direito: (d) Ao repouso e aos lazeres, a um limite máximo da jornada de trabalho, ao descanso semanal e a férias periódicas […]
      Ler mais
    • Desporto

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Diálogo Intercultural

      Crédito da imagem: Susana Alves-Jesus. O mundo é um lugar estranho. Num tempo de acelerada compressão espácio-temporal, o contacto entre diferentes culturas tornou-se cada vez mais comum. Nas áreas de contacto, sobretudo quando o desconhecimento e a ignorância relativamente ao Outro são a regra, emergem tensões, incompreensões mútuas e, não raras vezes, conflitos e violência, […]
      Ler mais
    • Dignidade Humana, Princípio da

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Direito das Gentes (Ius Gentium)

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Direito Humanitário

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Direito Internacional Humanitário

      Noção. Tal como a designação sugere, o Direito Internacional Humanitário (DIH) é uma ramo do Direito Internacional que pode ser definido, portanto, como um conjunto de princípios e normas jurídicas internacionais, “de origem convencional ou consuetudinária, especificamente destinado a ser aplicado em situações de conflitos armados, internacionais ou não internacionais, e que limita o uso […]
      Ler mais
    • Direito Natural

      1.Cisne de Goethe Tem o Direito Natural aflorações em certamente todos os tempos e lugares, e naturalmente também na Península Ibérica, onde, nas Faculdades de Direito (quer de Leis, quer de Cânones, quer de Direito tout court), durante muito tempo, a disciplina introdutória aos estudos jurídicos se chamou, precisamente, “Direito Natural”. Ocorre com este quid […]
      Ler mais
    • Direitos Civis

      “Todo o homem: ninguém pode nem deve ser excluído. Não há razões, válidas, nem de idade, nem de sexo, nem de fortuna, nem de condição intrínseca bastante para negarem ao homem esse direito fundamental. Porque ele lhe advém do próprio facto de ser homem, de ele ser homem, de ele fazer parte de um mundo […]
      Ler mais
    • Direitos da Criança

      De acordo com o art. 1.º da Convenção sobre os Direitos da Criança, “criança é todo o ser humano menor de 18 anos, salvo se, nos termos da lei que lhe for aplicável, atingir a maioridade mais cedo.” A criança é, nos nossos dias, perspetivada pelo Direito como pessoa, como verdadeiro sujeito de direito, como […]
      Ler mais
    • Direitos das Mulheres

      A expressão “direitos das mulheres” deve-se à discriminação a que as mulheres foram votadas no curso da história. Do ponto de vista dos ädireitos humanos, os direitos das mulheres significam, desde logo, que os ädireitos humanos também são direitos das mulheres, ou seja, que elas também são titulares desses direitos. No entanto, implicam também o […]
      Ler mais
    • Direitos e Deveres Fundamentais [da Pessoa Humana]

      Os Direitos e também os Deveres Fundamentais da pessoa humana encontram-se enunciados modernamente nas Constituições dos Estados, apesar da crescente influência neles exercida por instrumentos jurídicos internacionais basilares, como a Declaração Universal dos Direitos Humanos, proclamada pelas Nações Unidas em 1948, e, no caso do continente europeu [tal como sucede, presentemente, também nos restantes continentes], […]
      Ler mais
    • Direitos Económicos, Sociais e Culturais

      Noção Geral Os direitos económicos, sociais e culturais (também denominados como “direitos sociais”) correspondem a direitos a prestações (ex. direitos à habitaçãoä, saúdeä, segurança social, educaçãoä, culturaä, trabalhoä, entre outros), que são assegurados pelo Estado, em geral, “sob reserva do possível”, ou seja, encontram-se dependentes, na sua exata concretização, dos recursos que o Estado tenha […]
      Ler mais
    • Direitos Fundamentais

      Os direitos fundamentais são direitos humanos positivados. A Constituição, como norma suprema do ordenamento jurídico, é a sede, por excelência, de positivação desses direitos. A ideia de Constituição do constitucionalismo, tal como se afirma a partir dos finais do século XVIII, assenta em dois pilares essenciais: i) o catálogo dos direitos fundamentais; ii) as regras […]
      Ler mais
    • Direitos Humanos

      O que são “direitos humanos”? Ou, por outras palavras, qual a natureza dos direitos humanos? A resposta tradicional a esta pergunta, repetida em muitas versões, é a de que os direitos humanos são “direitos de todos os seres humanos em virtude da sua humanidade”. Deixando para já de lado o problema de a palavra “direitos” […]
      Ler mais
    • Direitos Políticos

      Enquadramento introdutório A par de um conjunto de muitos outros direitos básicos – v.g., direito à vida, à integridade física, à segurança pessoal, à propriedade –, sem os quais coexistência pacífica em sociedade não é pensável, a democracia pressupõe a existência de direitos políticos, isto é, o reconhecimento da liberdade de participação, sob múltiplas formas, na […]
      Ler mais
    • Direitos, Liberdades e Garantias

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Discriminação

      a) Conceptualização A evolução do princípio da igualdade antecedeu o florescimento do princípio da não-discriminação. Na verdade, não é necessário recuar mais do que ao liberalismo contratualista para encontrar uma noção de igualdade à qual os grupos numa posição de desvantagem – que não eram verdadeiramente titulares de direitos, na medida em que não eram […]
      Ler mais
    • Doroteu de Gaza, Aba

      O padre do deserto Aba Doroteu de Gaza, que viveu no século VI na Palestina, num sermão intitulado Sobre a recusa de julgar o próximo, usou uma analogia visual, ao mesmo tempo simples e complexa (como se verá adiante), para descrever a relação entre Deus e seres humanos, bem como a relação destes entre si […]
      Ler mais
    • Doutrina Social da Igreja

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Economia

      Dois indivíduos estão a bordo de um balão sobrevoando a exuberante manta de retalhos de uma zona de periferia urbana, algures no hemisfério ocidental. De repente, uma densa nuvem envolve-os e a visibilidade é rapidamente reduzida ao ponto de não conseguirem determinar o seu paradeiro. Por medo de se perderem irremediavelmente, decidem pousar. Dadas a […]
      Ler mais
    • Édito de Nantes (1598)

      A proclamação assinada a 13 de abril de 1598, em Nantes, França, “en faveur de ceux de la religion prétendue réformée”, é, em larga medida, o produto do pensamento religioso, mas, sobretudo, do percurso pessoal do monarca francês Henrique IV (1553-1610). A sua vida atribulada e flutuante, tanto no plano particular como no plano político […]
      Ler mais
    • Educação (Direito à)

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Educação Livre

      Educação Livre é o conceito relacionado com o direito de a família educar os seus filhos de acordo com os seus valores, sem que esta seja impedida pelo seu Estado. Esta possibilidade de escolha livre está relacionada com a proteção do direito a uma educação com o acesso à pluralidade de religiões, ideologias, visões políticas […]
      Ler mais
    • Educação, Direito à

      Em jeito de introdução Quando perfez dois anos de controlo talibã, uma professora afegã, em entrevista a uma jornalista, dizia, a determinada altura, a propósito da limitação dos direitos das mulheres: “Quando uma rapariga não estuda, não pode tornar-se médica, engenheira, repórter ou professora. Quando uma rapariga é analfabeta, o seu futuro fica arruinado e […]
      Ler mais
    • Empreendedorismo

      O empreendedorismo estimula o desenvolvimento económico e social, mas também pode gerar problemas no domínio dos direitos humanos, como, por exemplo, o aumento das desigualdades, a deterioração das condições de trabalho e do ambiente. Importa analisar a relação entre o empreendedorismo e os direitos humanos, destacando tanto as oportunidades como os desafios subjacentes a esta […]
      Ler mais
    • Empresas e Direitos Humanos

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Escola Ibérica da Paz

      A expressão “Escola Ibérica da Paz”, cunhada por Pedro Calafate na esteira de Luciano Pereña, designa o legado de um conjunto de professores de universidades espanholas (Salamanca, Valladolid, Alcalá de Heñares) e portuguesas (Coimbra e Évora) que, entre a terceira década do século XVI e o século XVII, desenvolveram um corpus de reflexões teológicas que […]
      Ler mais
    • Escravatura

      Nascidos no ambiente violento e ameaçador da Natureza, os seres humanos desenvolveram-se e espalharam-se pelo Planeta, através da sua capacidade de se organizar e de impor a sua vontade, quer enfrentando as forças da Natureza quer lutando com os indivíduos da sua própria espécie. Não temos evidência de guerras ou combates entre tribos humanas pré-históricas […]
      Ler mais
    • Estado de Direito

      Noção Estado de Direito (Rechtsstaat, État de droit, Stato di diritto, Estado de derecho) é uma expressão extremamente difundida, sem prejuízo das incertezas sobre o seu conteúdo. Convoca uma memória que remete para diferentes percursos, com concretizações específicas: “palavra de combate” (Kampfbegriff), com diversas adjetivações (formal e material; também democrático, social e ambiental/ecológico), mobilizada no […]
      Ler mais
    • Estado de Emergência

      O estado de emergência constitui, a par do estado de sítio, uma situação de exceção constitucional, prevista no art. 19.º da Constituição. Trata-se, neste sentido, de um mecanismo de defesa da Constituição, previsto e acolhido pela própria Lei Fundamental, como habilitação de um direito de necessidade incorporado dentro do sistema jurídico: o estado de emergência […]
      Ler mais
    • Estado Social

      Estado Social é um conceito de índole normativa, que constitucionaliza as obrigações do Estado em matéria de política social e económica, sendo comum a sua elevação a princípio constitucional – princípio do Estado Social ou princípio da socialidade. No pensamento de Hegel, tido como um dos autores alemães que nuclearmente contribuiu para a perceção do […]
      Ler mais
    • Estrangeiros

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Estratégia Integrada de Segurança Urbana (EISU)

      Dados da Organização das Nações Unidas (ONU) indicam que, atualmente, 55% da população mundial vive em áreas urbanas, sendo expectável que até 2050 essa percentagem atinja os 70% (cf. “ONU prevê que cidades abriguem 70%…”). Entre nós, a realidade não é diferente. De acordo com os Censos de 2021, 4,6 milhões de pessoas (44,5 % […]
      Ler mais
    • Ética

      O conceito, ética, tem a sua etimologia em dois termos do grego antigo, de cujas grafias resultam distintas aceções: éthos (ἔθος), com o sentido de costume, estilo de vida, uso, modo exterior de proceder ou agir; e êthos (ἦθος), designando a morada habitual do homem ou do animal, significando carácter, orientação habitual para agir de […]
      Ler mais
    • Exílio

      Noção e caracteres Polissémica e muito fluída, a noção de exílio remete, no seu núcleo sémico mais estrito, para um apartamento, afastamento ou distanciamento, voluntário ou não, de um espaço, ambiente ou milieu e para a condição, estado ou estatuto dele resultante. Em torno deste eixo noemático, admite, porém, diversas especificações e variações combinatórias, consoante […]
      Ler mais
    • Expressão, Liberdade de

      Breve resenha histórica Os primeiros vestígios da ideia de liberdade de expressão podem ser encontrados na Grécia Antiga, em filósofos como Sócrates. Mas, ainda que, ao longo dos séculos, tenham sido muitos os pensadores que fundaram as suas bases teóricas (e.g., Erasmus de Roterdão, John Milton, Voltaire, John Stuart Mill), e apesar da relevância de […]
      Ler mais
    • Família

      Como grupo social, a família é, nas modernas sociedades industriais, a “pequena família” ou “família nuclear”, ou seja, normalmente, a família conjugal, constituída pelos cônjuges e filhos menores de idade. Além disso, a composição da “família conjugal” é, muitas vezes, mais ampla: os filhos continuam a viver com os pais, mesmo depois da maioridade, a […]
      Ler mais
    • Federalismo

      Introdução O federalismo é um sistema político que distribui o poder entre um governo central e unidades subnacionais, como estados ou províncias. Este modelo de organização política e administrativa de um Estado é adotado por muitos países ao redor do mundo, cada um com suas próprias características e nuances. Neste texto, exploraremos os fundamentos do […]
      Ler mais
    • Felicidade

      Contextualização 1.1. Origem e debate Do ponto de vista teórico, dogmático e jurisprudencial, é controverso se o direito à felicidade é um direito humano universal (FREITAS, 2023). Ainda que sejam escassos os que duvidam que a felicidade é uma aspiração humana fundamental, muitos são os que discordam que deve ser relevada e tida em conta […]
      Ler mais
    • Feminismo (Emancipação Feminina, Movimento Sufragista)

      O termo “feminismo” remete para uma pluralidade de teorias e movimentos sociais, que partem de diferentes pressupostos e que contemplam objetivos e propostas distintos, pelo que talvez fosse mais rigoroso falar em “feminismos”, no plural. No entanto, é possível identificar um aspeto transversal do feminismo: a orientação para a melhoria da condição das mulheres. No […]
      Ler mais
    • Ferreira, Silvestre Pinheiro

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Filantropia

      De origem grega, o termo “filantropia” compõe-se de dois étimos, φίλος e άνθρωπος, que significam, respetivamente, amigo e homem. A sua junção na palavra assim formada exprime a atitude e o procedimento de quem é amigo e ama o ser humano. A ideia de filantropia inscreve-se no campo semântico de que fazem parte os lexemas […]
      Ler mais
    • Filosofia das Luzes

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Fórum Mundial Social

      Iniciamos este verbete com a compreensão da importância dos Direitos Humanos no mundo e na sociedade. O reconhecimento da dignidade é algo devido a todos os membros de uma família, onde todos devem ter seus direitos iguais, como a liberdade, a justiça e a paz. Todo este processo que culminou na valorização dos direitos humanos […]
      Ler mais
    • Frank, Anne

      Annelies Marie Frank, filha de Otto Frank e Edith Holländer, nasceu a 12 de junho de 1929 em Frankfurt, na Alemanha. Cresceu no seio de uma família de classe média judaica, sendo uma jovem alemã que viveu durante a Segunda Guerra, no meio de um ambiente hostil, devido ao Nationalsozialistische Deutschmark Arbeiterpartai (NSDAP, partido Nazi […]
      Ler mais
    • Fraternidade

      No opúsculo La Fraternité, Pourquoi? (2019), Edgar Morin contrapõe ao modo darwuinista de compreender a sociedade uma proposta baseada na ajuda mútua e na cooperação. A obra A Origem das Espécies por meio da Seleção Natural, ou A Preservação das Raças Favorecidas na Luta pela Vida (1859), de Charles Darwin, influenciou uma certa compreensão da […]
      Ler mais
    • Fraternidade

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Freire, Paulo

      O patrono da educação brasileira, Paulo Reglus Neves Freire, nasceu a 19 de setembro de 1921 na cidade de Recife, estado de Pernambuco, e faleceu a 2 de maio de 1997 na cidade de São Paulo. Formou-se em Direito, porém, nunca exerceu a profissão. A partir de seus estudos sobre linguagem, atuou como professor de língua […]
      Ler mais
    • Freitas, Augusto César Barjona de

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Fronteiras

      Na aceção mais simples, “fronteira” (ou “raia”) designa a linha limite entre dois Estados ou comunidades soberanas de base territorial. O aparecimento da noção de “fronteira”, que deriva de front (“frente” ou “testa”), localiza-se normalmente no século XIII. Várias fontes apontam precisamente para a testa avançada de um exército ou praça fortificada “fazendo frente” a […]
      Ler mais
    • Gandhi, Mohandas Karamchand

      Uma das personalidades mais notáveis, influentes e controversas do século XX, Mohandas Karamchand Gandhi nasceu em 2 de outubro de 1869, em Porbandar, na Índia, sob o domínio britânico. Sua família pertencia a uma casta relativamente modesta de comerciantes (Vaiśya), que, de acordo com o sistema de castas do hinduísmo, teria se originado a partir […]
      Ler mais
    • Garrett, Almeida

      Todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e em direitos. Dotados de razão e de consciência, devem agir uns para com os outros em espírito de fraternidade. (Declaração Universal dos Direitos Humanos, 1948) Ergo tardia voz, mas ergo-a livre Ante vós, ante os céus, ante o universo, Se os céus, se o […]
      Ler mais
    • Genocídio

      A afirmação do crime de genocídio Face à gravidade inaudita dos crimes cometidos pela Alemanha nazi no decurso da Segunda Guerra Mundial, gerou-se a perceção generalizada de que os mesmos não se conformavam aos crimes que até então haviam sido tipificados. Isto mesmo foi traduzido por Winston Churchill, em transmissão radiofónica de 24 de agosto […]
      Ler mais
    • Globalização e Glocalização

      Vivemos hoje num mundo em processo de globalização acelerada. A globalização pode ser entendida, na sua dimensão presentista, como um fenómeno marcado pelo desenvolvimento exponencial, nas últimas décadas, de sistemas de interações, intercâmbios e interconexões, a vários níveis (economia, cultura, crenças, ideias, hábitos, modas, gastronomia, etc.), entre as diferentes sociedades humanas, organizadas em países e […]
      Ler mais
    • Gonzaga, Tomás António

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Gouges, Olympe de

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Goulden, Emmeline (Pankhurst)

      No dia 8 de março celebra-se o Dia Internacional da Mulher. A celebração deste dia em específico denota, logo à partida, a discriminação que a mulher sofreu ao longo da história. Desde as sociedades primitivas, passando pelo pater familias romano, até chegar a meados do século XIX, a figura feminina sempre foi decomposta por um […]
      Ler mais
    • Greve, Direito à

      O art. 57.º da Constituição da República Portuguesa (“Direito à greve e proibição do lock-out”) apresenta os seguintes pontos: “1. É garantido o direito à greve. 2. Compete aos trabalhadores definir o âmbito de interesses a defender através da greve, não podendo a lei limitar esse âmbito. 3. A lei define as condições de prestação, […]
      Ler mais
    • Grócio, Hugo

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Guerra/Conflitos Armados

      Conceitos As guerras organizadas existem desde há milhares de anos a.C., v. g. na Suméria ou no Egito, segundo o apurado pelos historiadores. No entanto, tentando definir guerras entre Estados em sentido moderno (ou seja, pós-Westfalia), podemos socorrer-nos de um conceito proposto por Oppenheim segundo o qual “[a] guerra é uma disputa entre dois ou […]
      Ler mais
    • Habeas Corpus Act (1679)

      Lei aprovada pelo Parlamento inglês em 1679, com o título oficial “Uma Lei destinada a melhor garantir a Liberdade dos Súbditos e prevenir a prisão além-Mares”, mediante a qual se fixaram regras materiais e processuais para garantir a eficácia da providência de habeas corpus − um meio de defesa expedita contra privações injustificadas da liberdade […]
      Ler mais
    • Habeas Corpus, Lei de (1679)

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Habitação, Direito à

      Crédito: Bernardes Franco. Origem e evolução: das Nações Unidas para o mundo É no n.º 1 do art. 25.º da Declaração Universal dos Direitos Humanos (1948) que, pela primeira vez na história, se consagra o direito à habitação – “Toda a pessoa tem direito a um nível de vida suficiente para lhe assegurar e à […]
      Ler mais
    • Hamurabi, Código de

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Hobbes, Thomas

      O pensamento do filósofo inglês Thomas Hobbes (1588-1679) foi contemporâneo do desenvolvimento moderno de uma filosofia mecanicista, em profunda reação ao mundo escolástico e à hegemonia eclesiástica do medievo. Sua obra magna, Leviatã, descrita por ele como elaboração profética acerca dos nervos e das engrenagens desse grande autômato que é o Estado, desloca o lugar […]
      Ler mais
    • Holocausto (Shoá)

      O Holocausto, ou Shoá, são dois dos principais termos atribuídos ao assassinato em massa dos judeus da Europa pelos nazis, a céu aberto ou nos centros de morte, da Polónia e na União Soviética. Dos cerca de nove milhões de judeus da Europa, aproximadamente seis milhões (dois terços) foram assassinados, a tiro, em massacres coletivos, […]
      Ler mais
    • Humanidade

      Os direitos humanos têm como objeto fundamental e fundante a humanidade, enquanto comunidade de seres humanos iguais na sua dignidade e distintos na sua singularidade irrepetível. A humanidade pode ser entendida em diferentes prismas. Se é certo que pode ser primeiramente definida como o conjunto dos indivíduos que integram a espécie humana, ou seja, o […]
      Ler mais
    • Humanitarismo Jurídico

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Hume, David

      Figura central do chamado Iluminismo Escocês, David Hume (1711-1776) é um dos mais destacados filósofos de língua inglesa de todos os tempos e talvez o mais acabado representante do empirismo britânico, famoso pelo seu ceticismo e naturalismo. Os seus principais contributos filosóficos não se inscrevem nem no domínio da Filosofia Política, nem no da Filosofia […]
      Ler mais
    • Identidade

      O conceito de identidade é extremamente polissémico e pode ser entendido em diferentes ângulos hermenêuticos. Basicamente, a identidade é um conjunto características e elementos que permitem identificar e diferenciar um indivíduo, uma cultura, uma instituição, um clube, uma religião, uma nação, uma região,… A identidade define-se, pois, à luz dos princípios de diferenciação e distinção […]
      Ler mais
    • Igualdade

      A “igualdade” é um dos princípios base que orientam os Direitos Humanos e é um princípio fundante e estruturador da grande maioria da ordem jurídica ou sistema jurídico. Tal como a ideia de liberdade, a igualdade enforma os valores superiores dos ordenamentos jurídicos, tais como vêm concebidos e representados em diversas democracias e Constituições, isto […]
      Ler mais
    • Imprensa

      O conceito imprensa pode ter diferentes significados. Comummente, é usado para designar meios de comunicação social de massas, nos quais se incluem televisões, rádios, jornais e revistas, incluindo os meios online. Por vezes, a palavra também é usada numa referência específica aos meios de comunicação impressos, tais como jornais e revistas. Noutros casos, ainda, é […]
      Ler mais
    • Informação, Direito à

      A informação é um dos principais ativos do nosso tempo. A nossa relação com a informação é uma parte fundamental da forma como vivemos, enquanto indivíduos, e como nos organizamos, enquanto sociedade. Num ciclo em permanente renovação, procuramos, consumimos e produzimos informação, sem que para isso seja exigido um nível elevado de capacidade técnica ou, […]
      Ler mais
    • Inquisição (Tribunal do Santo Ofício)

      Articular direitos humanos com instituições do Antigo Regime implica ter noção que se vivia e aceitava como natural a desigualdade e o privilégio, consignados nas leis então vigentes. O recurso à violência física – seja sob a forma de sujeição ao tormento, para se obterem confissões, seja sob a forma de açoites, mutilações e morte, […]
      Ler mais
    • Integração

      a) Conceito de integração A integração é um processo dinâmico de favorecimento da participação efetiva na vida política, económica, social e cultural por todos os membros de uma sociedade plural, promovendo o sentido de pertença a essa mesma sociedade. A necessidade de integração surge quando, numa dada sociedade, algumas pessoas são percebidas e tratadas desfavoravelmente […]
      Ler mais
    • Inteligência Artificial

      O objeto e os riscos Nos últimos anos, a Inteligência Artificial (IA) tem vindo a ocupar uma importância crescente nas preocupações de todos enquanto ameaça não apenas para os Direitos Humanos, como até para a própria sobrevivência da Humanidade, a par da aceleração das alterações climáticas e da proliferação nuclear descontrolada. Neste exato sentido, são […]
      Ler mais
    • Interesse Público

      A expressão “interesse público” é regularmente utilizada na praça pública, em especial no campo da política, mas não apenas. Para dizer o mínimo, isto sucede, quase sempre, sem maior esclarecimento do que fundamenta (ou não) um “interesse” do género; ou sucede, ainda, de modo ambíguo ou suficientemente vazio para se poder adequar a qualquer situação. […]
      Ler mais
    • Jusnaturalismo

      1.Jusnaturalismo: -ismo ou opção teórica? O Jusnaturalismo relaciona-se com a filosofia do Direito Natural, decerto a mais clássica de todas as filosofias jurídicas, presente de forma elegante e recortada no Digesto de Justiniano, expoente do génio jurídico romano, que criou epistemologicamente a arte boa e équa, o Direito tout court. Uma das formas mais brilhantes, […]
      Ler mais
    • Justiça

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Kant, Immanuel

      Como pensador e cidadão, Kant foi um entusiástico militante da renovação positiva para a dignidade humana transportada, primeiro pelas Luzes, e depois pelo programa de republicanismo constitucional, representado pelas Revoluções Americana (1776) e Francesa (1789). Contudo, o que nesta entrada se pretende não é elencar a coincidência, pelo menos parcial, de Kant como a Declaração […]
      Ler mais
    • King, Martin Luther

      (15/1/1929 – 4/4/1968)   Martin Luther King Jr., nasceu em 15 de janeiro de 1929, na cidade de Atlanta, Geórgia (Estados Unidos). Na época, Atlanta é um centro cultural e religioso significativo para a comunidade afro-americana e exercerá uma forte influência em M. L. King por meio de sua educação e experiências locais. Oriundo de […]
      Ler mais
    • Laicidade

      O uso do termo “laicidade”, termo derivado do grego laós, povo, transporta uma densidade semântica que desautoriza interpretações frequentemente simplistas. Registemos três dessas leituras equivocadas que consistem em: a) reduzir a aplicação do princípio da laicidade a matérias de religião; b) ver na separação das Igrejas e do Estado a concretização plena da ideia de […]
      Ler mais
    • Legislação Josefina-Pombalina

      Fonte iconográfica: Jornal “O Combate”, Lisboa, 8/5/1882, p. 1.   Durante o reinado de D. José e o governo do marquês de Pombal (1750-1777) são vários os sinais da influência do direito natural e das Luzes na legislação (SILVA, 1828) sobre a dignidade humana, mais e melhor justiça e promoção da igualdade política e social, […]
      Ler mais
    • Lei

      Terá sido por volta do ano 3000 a.C. que surgiram os primeiros documentos jurídicos, tanto no Egito (embora não tenham chegado aos dias de hoje códigos ou livros jurídicos egípcios) como na Mesopotâmia, nos chamados “direitos cuneiformes” (GILISSEN, 2016, 50 ss.). Um dos primeiros e mais completos códigos de que se tem registo (numa estela […]
      Ler mais
    • Liberalismo

        Introdução Não é possível definir com rigor liberalismo. A palavra, tal como o adjetivo liberal, exprime um conceito multiforme e plurissignificativo, cuja desambiguação, por mais extensa ou profunda que seja, não consegue excluir a complexidade histórica de visões do mundo múltiplas e variadas. Há vários liberalismos e várias dimensões do liberalismo. Numa primeira aproximação, […]
      Ler mais
    • Liberdade

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Liga Portuguesa da Paz (1899)

      Herdando uma longa reflexão anterior, a temática dos direitos do homem ascendeu, no século XIX, a um lugar central do pensamento no continente europeu, fazendo assomar não só a herança precedente, mas também a reflexão oitocentista gerada no pensamento iluminista, no projeto liberal ou nos desígnios projetadas a partir Revolução Francesa. Foi neste ambiente favorável […]
      Ler mais
    • Liga Portuguesa dos Direitos do Homem

      Existiram, em Portugal, três organizações com a designação de Liga dos Direitos do Homem. A primeira foi fundada em 14 de Junho de 1907, por iniciativa do republicano e maçon Fernão Botto Machado. A segunda, denominada Liga Portuguesa de Defesa dos Direitos do Homem, dinamizada pelo médico republicano Macedo de Bragança, foi criada em 5 […]
      Ler mais
    • Liga Portuguesa dos Direitos Humanos (1922)

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Liga Republicana das Mulheres Portuguesas (1909)

      Sob a divisa “Eu morro onde me prendo”, a Liga Republicana das Mulheres Portuguesas consubstanciou uma dinâmica aglutinante em torno de premissas estruturantes como a emancipação – política, económica, social e intelectual – feminina, a defesa do reconhecimento dos direitos cívicos das mulheres e, não menos relevante, a proteção de mulheres e crianças em condições […]
      Ler mais
    • Lima, Sebastião Magalhães

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Lincoln, Abraham

      A vida de Abraham Lincoln (1809-1865) é, até hoje, uma das mais instigantes, facto provado pela continuação, ao longo de mais de um século e meio depois da sua morte, do trabalho de investigação académica e historiográfica à volta da sua figura. A fim de que o seu legado não seja esquecido, o vigésimo-sexto presidente […]
      Ler mais
    • Língua – Direitos Linguísticos

      Porque é que a língua é um direito humano e porque é que devemos falar de direitos linguísticos? A língua é inerente ao ser humano, é pela língua que nos identificamos como indivíduos e como seres sociais. É pelo uso da língua que expressamos perante o outro, o grupo, as instituições políticas, administrativas, sociais, económicas, […]
      Ler mais
    • Línguas

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Literatura

      A história universal da literatura acompanha a história natural do desenvolvimento da perceção do belo. Quando descobrimos que era possível criar um discurso com um valor diferente de um simples ato de comunicação objetiva, fizemos nascer a literatura. Começámos pela transmissão oral de histórias exemplares de grandes homens, mulheres e deuses. Acrescentámos sempre algo mais […]
      Ler mais
    • Livre-Arbítrio

      A problemática do livre-arbítrio (lat. liberum arbitrium) diz respeito à possibilidade ou impossibilidade de reconciliar a conceção quotidiana do ser humano, enquanto agente capaz de decidir, sem coação, sobre o percurso da sua vida (agência humana), com as teorias científicas sobre o universo, em particular o seu cariz determinista. É um problema de natureza complexa […]
      Ler mais
    • Locke, John

      Filósofo inglês (1632-1704) cujos trabalhos incidiram especialmente sobre a Teoria do Conhecimento e a Filosofia Política e produziram um profundo impacto sobre o desenvolvimento do constitucionalismo ocidental e do Estado de Direito contemporâneo, representando uma das mais marcantes referências das experiências constitucionais britânica e norte-americana. Filho de um advogado e educado numa família puritana e […]
      Ler mais
    • Lutero, Martinho

      Nasceu em Eisleben, atualmente Lutherstadt Eisleben, localizada nos então territórios pertencentes aos condes de Mansfeld, no Sacro Império Romano. Filho de João Luder, ou Ludher, um modesto mineiro promovido pelo seu esforço próprio a membro do conselho da cidade, e de sua esposa Ana, Martinho foi batizado a 11 de novembro de 1483, logo no […]
      Ler mais
    • Maçonaria

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Magna Carta (1215)

      Promulgada a 15 d junho de 1215, na Inglaterra, pelo Rei João Sem Terra, a Magna Carta (em português “Grande Carta”) assume-se ainda hodiernamente como um dos diplomas mais notáveis na história do próprio Direito Constitucional, a par do seu cunho inolvidável enquanto “ponto de viragem nos direitos humanos” (RISTIK, 2015, 11,145). O contexto histórico […]
      Ler mais
    • Mandato sobre a Palestina (1922)

      O Mandato para a Palestina, entregue à Grã-Bretanha em 1922 pela Sociedade das Nações, tinha como objetivo colocar aquele território sob a administração britânica, de forma transitória, até que a Palestina atingisse o estatuto de nação totalmente independente. A Palestina esteve integrada no Império Otomano até final da Primeira Guerra Mundial. Durante a Primeira Guerra […]
      Ler mais
    • Mandela, Nelson Rolihlahla

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Maquiavel, Nicolau de Bernardo

      O interesse pela obra política de Nicolau de Bernardo Maquiavel chega a nossos dias pela mesma razão controversa que seduziu leitores no século XVI: a análise causal, não a partir de princípios, da dinâmica dos eventos políticos. Maquiavel está atento ao que a experiência à frente dos negócios de Estado ensina sobre a disputa pelo […]
      Ler mais
    • Marx, Karl

      O dia 5 de maio de 1818 marca no calendário o nascimento de um dos maiores pensadores do séc. XIX, cuja influência se propaga ainda na atualidade: Karl Marx. Nascido em Trier, na Renânia alemã, o filho de Heinrich Marx e Henriette Pressburg dava início a uma vida errante e profundamente comprometida com a vida, […]
      Ler mais
    • Matos, Gregório

      Biografia Gregório de Matos e Guerra foi um advogado e poeta do período do Brasil Colônia. Nascido em Salvador, Bahia, em 23 de dezembro de 1636. Filho de Gregório de Matos, fidalgo da série dos Escudeiros, do Minho, Portugal, e Maria da Guerra, matrona e mulher caridosa, Gregório frequentou o Colégio dos Jesuítas, em Salvador, […]
      Ler mais
    • Mehta, Hansa

      Hansa Jivraj Mehta nasceu a 3 de julho de 1897 em Surat, Gujarat. Estudou filosofia no Baroda College e, posteriormente, jornalismo e sociologia em Inglaterra. Em 1920, em Londres, Mehta conheceu Sarojini Naidu, que mais tarde a apresentaria a Mahatma Gandhi e ao movimento de libertação das mulheres indianas. A sua carreira política foi marcada […]
      Ler mais
    • Mello, Sérgio Vieira de

      Sérgio Vieira de Mello foi um humanista comprometido com a defesa dos Direitos Humanos, em especial dos mais desfavorecidos, com uma brilhante carreira nas mais relevantes instituições multilaterais à escala global. Nascido em 15 de março de 1948, no Rio de Janeiro, Brasil, faleceu em Bagdad, Iraque, no dia 19 de agosto de 2003, com outras […]
      Ler mais
    • Melo, Sérgio Vieira

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Memória

      No contexto da lei de direitos humanos, a memória deve ser entendida não como individual mas como memória coletiva, i.e. uma memória social, englobando as perceções que um grupo tem do passado, que não são criadas individualmente, mas ao invés disso dentro da coletividade. Sendo que uma pessoa pertence a um grande número de grupos […]
      Ler mais
    • Mendes, Aristides de Sousa

      (1885-1954)   Aristides de Sousa Mendes nasceu no dia 19 de julho de 1885 na Casa (de família) do Aido, em Cabanas (a toponímia foi alterada, posteriormente, para Cabanas de Viriato), concelho de Carregal do Sal, distrito de Viseu. Aristides e o seu irmão César de Sousa Mendes partilharam uma gestação gemelar, sendo que este […]
      Ler mais
    • Migrações

      As migrações, isto é, a saída de pessoas dos locais onde vivem, ou de que são nacionais, para procurar outros locais de residência, são inerentes ao Ser Humano, que sempre buscou lugares onde pudesse encontrar melhores condições de vida. Quando a Paz de Vestefália de 1648 marcou de forma perene a ideia do Estado moderno, […]
      Ler mais
    • Mill, John Stuart

      Na história do pensamento político ocidental poucos são mais conhecidos, estudados e investigados, do que John Stuart Mill (Londres, 1806 – Avignon, 1873). Filósofo inglês, economista clássico, profeta do liberalismo e intelectual, deixa-nos uma herança nos campos da filosofia, da ética, da economia política e da lógica, que influenciou inúmeros pensadores e áreas do conhecimento, […]
      Ler mais
    • Minorias e povos indígenas

      Minorias (nacionais ou étnicas, religiosas e linguísticas) e povos indígenas (também ditos povos autóctones ou originários) são duas categorias populacionais consagradas pelo Direito internacional dos direitos humanos desenvolvido no quadro da Organização das Nações Unidas (ONU) e replicado, com algumas variações, por organizações regionais como a Organização dos Estados Americanos, o Conselho da Europa e […]
      Ler mais
    • Misericórdias

      As expressões Misericórdias, confrarias ou irmandades da Misericórdia ou Santas Casas da Misericórdia designam confrarias compostas por leigos que prosseguiam objetivos assistenciais. Pela sua rápida difusão e impacto social e religioso, tornaram-se as mais importantes confrarias caritativas em Portugal durante a Idade Moderna. A história das Misericórdia inicia-se com a fundação da confraria de Lisboa, […]
      Ler mais
    • Montesquieu

      Charles de Secondat, barão de La Brède e de Montesquieu, nascido em 1689 (La Brède, perto de Bordéus) e falecido em 1755 (Paris), foi jurista, presidente do Tribunal (Parlement) de Bordéus, filósofo, sociólogo e cientista político. Tendo elaborado uma vasta obra que incluiu os domínios do Direito, da Ciência Política, da História, da Geografia, da […]
      Ler mais
    • More, Thomas

      Advogado e professor, cultor das letras e defensor dos direitos civis, o político humanista Thomas More (n. Londres, 1477 – m. Londres 1535) segue uma dedicada prática cristã, vivendo na Cartuxa de Londres antes de casar. Foi parlamentar da cidade, conselheiro do monarca e chanceler do reino entre 1529 e 1532. Depois da separação da […]
      Ler mais
    • Multiculturalismo

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Música

      A música tem sido uma das formas da humanidade expressar sentimentos e causas. Ao longo da história, em diferentes contextos, a música é memória da luta pela defesa dos direitos fundamentais dos seres humanos, com impacto na resolução de conflitos e resistência dos povos. No campo da música erudita, as iniciativas passam pelo entendimento de […]
      Ler mais
    • Nietzsche, Friedrich (1844-1900)

      Friedrich Nietzsche nasceu em Röcken, na Saxónia-Anhalt, actual Alemanha. Formado em Filologia Clássica, que leccionou na Universidade de Basileia, Suíça, cedo se interessou por filosofia, em especial depois da leitura da magnum opus de Schopenhauer, O Mundo como Vontade e Representação, tendo lido igualmente Kant e os materialistas da época, como F. A. Lange. Na […]
      Ler mais
    • Objeção de Consciência

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

      Os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável foram formulados pela Organização das Nações Unidas, através da Resolução da Assembleia Geral A/RES/70/1, adotada a 25 de setembro de 2015, que aprovou a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável. A Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável sucedeu à Declaração do Milénio (Resolução da Assembleia Geral da Organização das Nações […]
      Ler mais
    • Oliveira, Fernando

      Mais conhecido por Fernão de Oliveira (c1507-c1585) e por ter assinado com o primeiro nome em forma arcaizante a primeira Gramática da Linguagem Portuguesa em 1536, depois com o seu nome em português modernizado, Fernando Oliveira, escreveu, além da sua obra gramatical, diversas outras obras pioneiras noutras áreas de conhecimento em Portugal: a Arte da […]
      Ler mais
    • Organização das Nações Unidas (1945)

      A Organização das Nações Unidas (ONU), organização internacional de âmbito universal, foi oficialmente criada em 24 de outubro de 1945, data da entrada em vigor da Carta das Nações Unidas [>Carta das Nações Unidas (1945)]. Atualmente (2022), são 193 os Estados membros da Organização das Nações Unidas. A Carta da ONU e os direitos humanos  […]
      Ler mais
    • Orientação Sexual e Identidade de Género

      A Orientação Sexual e a Identidade de Género (doravante adotaremos a sigla anglo-saxónica SOGI) referem-se a questões profundamente pessoais da vida das pessoas e que têm um impacto significativo na sua vida e no exercício da sua cidadania. Normalmente, estas características referem-se às pessoas LGBTI+, ou seja, pessoas gays, lésbicas, bissexuais, transgénero, intersexo, entre outras, […]
      Ler mais
    • Osório, Ana de Castro

      Escritora, pedagoga, feminista e ativista republicana portuguesa (Mangualde 18.6.1872 – Lisboa 23.3.1935), de nome Ana Osório de Castro, que vem a alterar, invertendo a ordem dos apelidos. Filha de Mariana Osório de Castro Cabral Albuquerque, proveniente de uma família culta e aristocrática, e de João Baptista de Castro, ilustre bibliófilo, notário e magistrado, é a […]
      Ler mais
    • Pacto da Sociedade das Nações (1919)

      A Primeira Guerra Mundial (I GM) marcou definitivamente o curso da história da humanidade, não apenas por se ter tratado de uma guerra atroz que não conheceu limites no sofrimento provocado e nas atrocidades humanas cometidas, como também por ter mudado, de forma significativa, a geografia do continente europeu. Também teve outro efeito significativo que […]
      Ler mais
    • Pacto Internacional Relativo aos Direitos Civis e Políticos (PIDCP)

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Pacto Internacional Relativo aos Direitos Económicos, Sociais e Culturais (PIDESC)

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Pacto Internacional sobre Direitos Económicos, Sociais e Culturais

      O Pacto Internacional sobre Direitos Económicos, Sociais e Culturais, a par com o Pacto Internacional sobre os Direitos Civis e Políticos e com a Declaração Universal dos Direitos Humanos forma a denominada International Bill of Human Rights. Bill of Rights Este diploma internacional, que pugna pela dignidade da pessoa humana e que assenta nos princípios […]
      Ler mais
    • Paine, Thomas

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Paiva, Vicente Ferrer Neto

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Paridade

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Paz

      A Declaração Universal dos Direitos Humanos, adotada pela Organização das Nações Unidas no dia 10 de dezembro de 1948, é o documento mais traduzido da humanidade. O artigo 3º da Declaração salienta que todos os seres humanos têm o direito a uma vida em liberdade e segurança pessoal, mas explicitamente não prevê qualquer direito geral […]
      Ler mais
    • Paz de Vestefália (1648)

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Pecado

      A noção de pecado associada à noção de culpa é congénita à grande maioria do universo das tradições religiosas como nos dá conta a história e a antropologia das religiões. Desde as formas religiosas tribais mais primitivas, passando pelas religiões mais estruturadas teologicamente com cosmovisões e antropovisões dualistas, em que a realidade é entendida como […]
      Ler mais
    • Pena de Morte

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Perdão

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Pereira, Jacob Rodrigues

      Os dados biográficos de Jacob Rodrigues Pereira, particularmente, os referentes ao local de nascimento não são consensuais entre os diferentes autores. Seguiremos de perto um extenso artigo publicado por Pinheiro Chagas no jornal O Panorama, precisamente em 1867, ao longo de três números. Pinheiro Chagas é inquestionavelmente uma figura cimeira da cultura portuguesa. No entanto, […]
      Ler mais
    • Pessoa

      Em diálogo com a antropologia metafísica de autores como E. Coreth, Xavier Zubiri e Henrique Lima Vaz, na procura de conciliação entre a onto-antropologia da tradição grega e cristã e a reflexão contemporânea da antropologia fenomenológico-hermenêutica, podemos dizer que tudo se funda na realidade absolutamente absoluta de Deus e na realidade relativamente absoluta da pessoa, […]
      Ler mais
    • Pessoas Mais Velhas, Direitos das

      A expressão “direitos das pessoas mais velhas” advém do reconhecimento de que o processo de envelhecimento potencia situações de vulnerabilidade que exigem uma compreensão particular do alcance dos ädireitos humanos quando referidos às pessoas mais velhas. O tema, contudo, não é isento de dificuldades, que advêm desde logo da definição de “pessoa mais velha” e […]
      Ler mais
    • Petition of Right (1628)

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • PIDE/DGS

      Durante a I República portuguesa, no curto período do “sidonismo”, foi criada, em 1918, a Polícia Preventiva (PP), denominada no ano seguinte Polícia de Segurança do Estado (PSE). Em 1922, transformou-se em Polícia de Defesa Social (PDS) e, depois, em Polícia Preventiva e de Segurança do Estado (PPSE). Depois, na Ditadura Militar iniciada com o […]
      Ler mais
    • Pobreza

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Princípio da Dignidade Humana

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Privacidade, Direito à

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Proporcionalidade

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Propriedade

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Proteção Social

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Protocolo Apátrida (1930)

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Protocolo sobre Apatridia (1930)

      Protocolo sobre Apatridia é a atual designação abreviada do Protocolo Relativo a um Certo Tipo de Apatridia, adotado e aberto à assinatura dos Estados em 12 de abril de 1930, durante a Conferência para a Progressiva Codificação do Direito Internacional, que teve lugar na Haia, sob a égide da Sociedade das Nações, e de cujos […]
      Ler mais
    • Racismo e Xenofobia

      Racismo e xenofobia constituem duas expressões de hostilidade face a pessoas consideradas indesejáveis pela sua suposta pertença a raças inferiores, no primeiro caso, e pela sua condição de estranhos à comunidade política (por serem estrangeiros ou apátridas), no segundo caso. Apesar de concetualmente distintas, estas duas formas de olhar os outros e de entender o […]
      Ler mais
    • Razão de Estado

      A origem remota do conceito de razão de Estado (ratio status) encontra-se na ideia clássica de uma arte (τέχνη, ars) de governar. Na filosofia antiga, tal arte reside tanto na vida política como familiar e a sua abrangência permite distinguir três formas de governo diferentes. Em primeiro lugar, há uma forma de governo em que […]
      Ler mais
    • Refugiados

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Relativismo

      Por relativismo pode entender-se: (a) a atitude epistemológica segundo a qual não há verdades absolutas, resultando a validade de um juízo ou proposição das condições e circunstâncias do tempo ou do lugar em que são formulados – ‘relativismo cognitivo’; (b) a atitude segundo a qual não se pode dizer de nada que é bom ou […]
      Ler mais
    • Religiões

      Mural no campus da Universidade Nacional Autónoma do México – Património Mundial da UNESCO Créditos fotográficos: Susana Alves-Jesus __   Falar de religiões é aproximar-se de um conceito que pode oferecer recursos importantes para tornar mais compreensíveis os paradoxos da convivência humana. Não há um consenso acerca da origem etimológica do vocábulo “religião”, mas há […]
      Ler mais
    • Resistência, Direito de

      De um ponto de vista teórico, a resistência pode ser considerada ativa ou passiva. O direito de resistência passiva é admitido pelos pensadores cristãos desde a época medieval, já o direito de resistência ativa é tratado como algo perturbador. O direito de resistência assenta no pensamento agostiniano, segundo o qual a lei injusta não é […]
      Ler mais
    • Revolução Americana (1776)

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Revolução de 1820

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Revolução Francesa (1789)

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Revolução Francesa de 1848

      A Revolução Francesa é um referente perante o qual os revolucionários de 1848 manifestam uma atitude de veneração. Poderoso mito alimentado naturalmente pela visão romântica da história. Muitos dos elementos de reatualização da Revolução persistem, ou renovam-se, nas vésperas da Revolução de 1848. Ou seja, ela seria uma continuação do movimento iniciado em 1789 e […]
      Ler mais
    • Revolução Gloriosa (1688)

      Quarenta anos antes da Revolução Gloriosa (1688), os ingleses julgaram, condenaram e executaram o seu rei por crimes políticos sem o substituírem por outro, inaugurando um regime novo. Culminava assim um período em que teve lugar uma revolução religiosa antianglicana e anticatólica, com uma insurreição das seitas protestantes ditas “dissidentes”, dos presbiterianos e dos independentes, […]
      Ler mais
    • Romantismo

      Quando a Assembleia Geral das Nações Unidas adotou e proclamou, em 1948, em Paris, a Declaração Universal dos Direitos Humanos, baseada na Carta aprovada em São Francisco em 1945, sabia que tudo era resultante de um já longo e árduo trabalho de múltiplas gerações de diversas geografias que, sendo ao momento passado a letra de […]
      Ler mais
    • Roosevelt, Eleanor

      “Para mim toda a situação parece intolerável. Enfrentamos hoje um mundo cheio de suspeita e ódio.” (ROOSEVELT, 1938, p. 1, tradução nossa)   Anna Eleanor Roosevelt, antes de receber o título informal e simbólico de Primeira Dama do Mundo, foi a menina da proeminente e privilegiada família Roosevelt.  Nascida em 1884 em Nova York, primogênita […]
      Ler mais
    • Rousseau, Jean-Jacques

      Com a epígrafe ovidiana, Barbarus hic ego sum quia non intelligor illis [Sou aqui bárbaro porque não me entendem] da sua primeira obra filosófica, o Discours sur les sciences et les arts (1750), Rousseau assumia uma via de divergência com os companheiros enciclopedistas. Seria, contudo, estribado nela que se tornaria um dos mais importantes esteios […]
      Ler mais
    • Sanches, António Nunes Ribeiro

      António Nunes Ribeiro Sanches (Penamacor, 1699-Paris, 1783) foi figura cimeira da ilustração portuguesa e, seguramente, a mais reconhecida na comunidade científica europeia da época. Além da fama na sua área profissional, a medicina, foi notável o rasto científico que deixou em campos tão variados como a farmacologia, a pedagogia, a política, a economia, a antropologia, […]
      Ler mais
    • Santos, António Ribeiro dos

      António Ribeiro dos Santos (1745-1818). O pensamento filosófico, moral e jurídico de António Ribeiro dos Santos reflete, de forma original, as mudanças culturais e políticas operadas na segunda metade do século XVIII na Europa. Leitor atento das mais variadas novidades literárias estrangeiras, Ribeiro dos Santos acompanhou  o debate de ideias sobre a liberdade, a tolerância, […]
      Ler mais
    • Saramago, José

      Autor de mais de 40 títulos, José Saramago (JS), escritor intelectual que denunciou o presente e anunciou o futuro da civilização que se está a despedir de nós, contudo pensando no dia de amanhã e tomando partido pelo ser humano íntegro e reto, nasceu em 1922, na aldeia de Azinhaga. Em 1947 publicou o seu […]
      Ler mais
    • Saúde, Direito à

      O direito à saúde no Direito Internacional A Declaração Universal dos Direitos Humanos (1948, DUDH) proclama o direito à saúde enquanto direito humano, ou seja, como um direito essencial indispensável à condição do ser humano dotado de dignidade humana. É, por isso, um direito universal reconhecido a qualquer cidadão, independentemente da sua condição económica, social, […]
      Ler mais
    • Schindler, Oscar

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Schindler, Oskar

      Oskar Schindler salvou, juntamente com a sua esposa Emilie, cerca de 1200 judeus nos últimos anos da Segunda Guerra Mundial. É impossível separar a sua vida do seu significado em termos de direitos humanos. Por esta razão, o artigo não está dividido numa biografia e numa discussão das acções de Schindler no chamado Terceiro Reich, […]
      Ler mais
    • Segurança

      Segurança – Exprime a ação e o efeito de tornar seguro e é equivalente à estabilidade, ao estado das coisas livres de perigos, incertezas, ameaças, danos, qualidade ou condição de prejuízos (SILVA, 2000). É possível constatá-la em diversos tipos de ambientes (natural, artificial, cultural, do trabalho, do patrimônio genético, como foi analisado no verbete “ativismos”) […]
      Ler mais
    • Segurança Alimentar

      No contexto global dos Direitos Humanos e considerando um vasto espectro de aspectos fundamentais para a preservação da dignidade e bem-estar dos indivíduos, per si e numa dimensão colectiva, a segurança assume-se como pilar fundamental no contexto dos desafios globais e das interconexões multidimensionais inerentes às dinâmicas que a globalização encerra. Assim, “…assistimos à multiplicação […]
      Ler mais
    • Separação dos poderes

      Atualmente, a separação dos poderes constitui um importante vetor principiológico que apresenta duas dimensões essenciais: por um lado, uma dimensão negativa, a remeter expressamente para imperativos de ‘divisão’, ‘limite’ e ‘controlo’, assim se estabelecendo uma medida jurídica ao poder do Estado; por outro lado, uma dimensão positiva, a implicar a ordenação e organização do poder […]
      Ler mais
    • Silva, Agostinho da

      George Agostinho Baptista da Silva, nasceu no Porto, em Bonfim, a 13 de fevereiro de 1906, tendo sido um filósofo, poeta, ensaísta, professor, filólogo, pedagogo e tradutor português tendo-se dedicado à educação, política e cultura em geral. O seu pensamento combina elementos de panteísmo, milenarismo e ética da renúncia, afirmando a liberdade como a mais […]
      Ler mais
    • Sindicalismo

      Os sindicatos são a principal representação dos trabalhadores. Têm tido em todo o período contemporâneo um papel crucial na conquista da democracia e dos direitos humanos. Não só da aquisição de direitos laborais, mas também sociais, políticos e culturais. Não só para os seus membros, mas para o conjunto da sociedade. Mesmo quando parte da […]
      Ler mais
    • Sobredotação

      A sobredotação  entende-se como um fenómeno essencialmente definido pelas capacidades elevadas, podendo entender-se  o talento ou a excelência como a sua expressão. A sobredotação designa pessoas com um potencial e desenvolvimento superior, nomeadamente no campo da inteligência. Tomando um critério estatístico, universalmente partilhado, cerca de 3 a 5% da população apresenta uma inteligência muito superior, […]
      Ler mais
    • Socialismo

      O Socialismo surge na sociedade industrial como um impulso ético. Robert Owen (1771-1858), um industrial britânico defensor das ideias de emancipação dos operários e de cooperação, foi o primeiro a utilizar o termo, num opúsculo de 1841, intitulado “What is Socialism?”. Para Owen, seria necessário garantir “a harmonia entre a sociedade e a natureza” – […]
      Ler mais
    • Sociedade das Nações (ou Liga das Nações) (1919)

      Evolução da Sociedade das Nações A Sociedade das Nações (SDN), também denominada como Liga das Nações, tornou realidade o pensamento filosófico (kantiano) ao poderem ser discutidos e mediados conflitos intraestatais valorizando e preservando a dignidade humana, pilar tão necessário a uma paz mundial duradoura (DIAS, 2004).  Considerada como a primeira organização com personalidade jurídica e […]
      Ler mais
    • Spinoza, Bento

      Bento de Spinoza (1632–1677) é um dos mais importantes e idiossincráticos pensadores da história da filosofia europeia, figura fontal e totémica do chamado Iluminismo Radical. Judeu de ascendência portuguesa nascido em Amesterdão, acabou expulso da comunidade sefardita local em 1656 pelas «horrendas heregias que praticaua & ensinaua» (VAZ DIAS e VAN DER TAK, 1982, 164). […]
      Ler mais
    • Sufrágio (universal, censitário, direto)

      Introdução A transformação do Estado liberal e a sua posterior reconfiguração em Estado liberal-democrático favoreceram a institucionalização dos partidos políticos e a sua consagração como instrumentos de luta política ao serviço dos sectores da população até então privados de direitos sociais e políticos. A transição do século XIX para o século XX é marcado pelo […]
      Ler mais
    • Sujeito, Filosofia do

      A temática do sujeito é um tema imenso e a sua história assaz complexa. Foi desde há séculos apropriado e declinado de modos diferentes não só pela filosofia, a física, a metafísica, a lógica, mas também pela religião, o direito, a linguagem, a literatura, a antropologia, a psicologia, a Cultura, enfim. É também, aliás, um […]
      Ler mais
    • Teixeira, Judith

      (RAMOS, Judith dos Reis; VALOIS, Lena – apelido)   O início do século XX em Portugal é conhecido como uma combinatória instável de reivindicação de liberdade e repressão social. Herdeiros da cultura francesa (com a Belle Époque), dos novos ideias estéticos e culturais advindos com os “ismos” e dos loucos anos vinte, surge nas camadas […]
      Ler mais
    • Teologia da Criação

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Teologia da Libertação

      Até aos anos 60 do século XX, a Igreja Católica teve que lidar com os questionamentos intelectuais do ateísmo. A preocupação, no entanto, virava-se agora para a opressão social e econômica vividas pelas pessoas no presente. Muitas dessas vozes da Igreja eram críticas em relação às teologias modernas, afirmando que os teólogos tinham criticado o […]
      Ler mais
    • Teresa de Calcutá

      Num mundo cada vez mais marcado por desigualdades e injustiças, emergem figuras que se destacam e deixam um legado duradouro na história. Madre Teresa de Calcutá, cuja vida foi pautada por um constante compromisso de serviço aos outros e pela defesa fervorosa dos direitos humanos, é uma dessas figuras singulares. Para uma mulher que não […]
      Ler mais
    • Terrorismo

      Para definir o terrorismo do ponto de vista dos direitos humanos é necessário, em primeiro lugar, contar a sua história. Ao longo do tempo, esta noção associou-se a conceções muito diversas acerca da dignidade humana, dos estados, das minorias atuantes e das populações civis. O terrorismo emerge como doutrina durante a Revolução Francesa. Para os […]
      Ler mais
    • Tolerância

      Com raiz etimológica na palavra latina tolero, a “tolerância” tem de ser equacionada a diversos níveis, nomeadamente nos teológico/filosófico e no popular. Por um lado, temos o caminho que a Filosofia construiu, especialmente no século XVIII e, por outro, a forma como popularmente a palavra é usada, criando, no campo da comunicação e da educação, […]
      Ler mais
    • Tomás, Manuel Fernandes

      (há registros da grafia Manoel Fernandes Thomaz)   Jurisconsulto e político, nasceu em Figueira da Foz em 30 de Junho de 1771  (algumas fontes indicam 31 de julho de 1771), tendo falecido em Lisboa, no dia 19 de novembro de 1822. Ainda muito jovem, estudou na Universidade de Coimbra e com apenas 20 anos recebeu […]
      Ler mais
    • Tortura e tratamentos degradantes

      A prática de tortura e de tratamentos degradantes é já muito antiga e pode ser objeto de abordagens muito diversas (ANDERSON/NUSSBAUM, 2018). Na abordagem jurídica, o que se destaca, desde logo, é a proteção multinível de todas as pessoas contra a tortura e os tratamentos degradantes. Os vários níveis de proteção (normativa e institucional) estão […]
      Ler mais
    • Totalitarismos

      O conceito de totalitarismos é utilizado atualmente de forma frequente em artigos de opinião, notícias, reportagens e em múltiplos campos do conhecimento, nomeadamente, a história, ciência política, filosofia e a sociologia. Assim, este conceito é simultaneamente essencial e questionável pelos vários autores que se debruçam sobre este tema. O termo “totalitarismo” foi oficialmente introduzido por […]
      Ler mais
    • Trabalho Digno

      Ao longo da sua história, a Organização Internacional do Trabalho (OIT), a agência especializada da Organização das Nações Unidas para as questões laborais, foi aprimorando e operacionalizando a sua missão fundacional de contribuir para a justiça social estabelecendo critérios qualitativos para o trabalho, e através disso promover a paz no Mundo. Neste percurso esses critérios […]
      Ler mais
    • Trabalho, Direito ao

      Artigo 58.º Direito ao trabalho   Todos têm direito ao trabalho. Para assegurar o direito ao trabalho, incumbe ao Estado promover: a) A execução de políticas de pleno emprego; b) A igualdade de oportunidades na escolha da profissão ou género de trabalho e condições para que não seja vedado ou limitado, em função do sexo, […]
      Ler mais
    • Tribunal Constitucional Internacional (TCI)

      1.Sentido do Projeto. O TCI parece ser, num mundo cada vez mais porejado de situações de desrespeito pelo Direito Internacional (desde logo, pela palavra dada – CHEMILLIER-GENDREAU, 2013) e pelos direitos das pessoas, uma necessidade. Alguns poderão dizer platónica, mas não é platónico todo o direito e toda a justiça contra a força bruta que […]
      Ler mais
    • Tribunal Europeu dos Direitos Humanos

      Introdução. O Tribunal Europeu dos Direitos Humanos (TEDU), instância jurisdicional criada pela Convenção Europeia para a Proteção dos Direitos do Homem e das Liberdades Fundamentais, de 4 de novembro de 1950 (CEDH), para assegurar o respeito, pelos Estados Partes neste instrumento convencional, dos compromissos (Título I deste instrumento, artigos 2 a 18, e disposições dos […]
      Ler mais
    • Tributação e Direitos Humanos

      A interação entre tributação e direitos humanos oscila frequentemente entre uma abordagem utilitarista – que concebe os tributos como instrumentos ao serviço da concretização de direitos humanos -, e uma perspetiva ablativa, que assume os tributos como uma ameaça a esses mesmos direitos. Trata-se de uma interação que, à primeira vista, aparenta ser tensa, mas […]
      Ler mais
    • Tutu, Desmond

      Desmond Tutu é amplamente reconhecido como uma figura proeminente na luta contra o apartheid na África do Sul e como um defensor incansável dos direitos humanos. Viveu e trabalhou num período crítico da história da África do Sul, durante o regime de apartheid, que impôs uma segregação racial sistemática. O seu ativismo, muitas vezes incompreendido […]
      Ler mais
    • União Europeia

      A preocupação com a salvaguarda e promoção dos direitos humanos remonta às origens do processo de integração europeia. Embora reconhecesse a centralidade do papel da integração económica na visão de uma Europa livre de guerras, o antigo Ministro dos Negócios Estrangeiros francês, Robert Schuman, na sua histórica Declaração, destacou a importância de proporcionar condições de […]
      Ler mais
    • Universalismo

      Perspectiva que toma o conjunto da realidade como critério último de validade de qualquer (pro)posição, tanto buscando esse universal como já constituído como tentando edificar esse consenso universal. Comporta ainda etimologicamente um significado religioso múltiplo que aqui não se aborda, por ser extrínseco à radicação do termo na História e Teoria dos Direitos Humanos (essencialmente […]
      Ler mais
    • Utilitarismo

      Quando Jeremy Bentham publicou, em 1781, An Introduction to the Principles of Morals and Legislation, sistematizou uma teoria moral cujas origens remontam ao hedonismo da Grécia antiga. Para Epicuro (341-270 AC), o objetivo final, mas também o valor intrínseco de toda ação humana é o prazer. A tese é materialista, o que quer dizer avessa […]
      Ler mais
    • Utopia

      O direito ao sonho não figura entre os trinta direitos humanos que as Nações Unidas proclamaram em 1948. O escritor uruguaio Eduardo Galeano fez notar essa ausência num artigo que publicou na sua coluna do jornal El País a 25 de dezembro de 1996, lembrando que, “se não fosse por ele [o direito ao sonho], […]
      Ler mais
    • Valores e Princípios

      O sentido literal de valor reconduz-se à qualidade das coisas, das condutas, cuja proximidade em relação a um determinado ideal as torna particularmente dignas de estima. Será, essencialmente, nesta linha de abordagem que nos localizaremos, não reconduzindo aqui o conceito de valor ao seu sentido económico. Pois bem, a questão dos valores está no centro […]
      Ler mais
    • Vida, Direito à

      O direito à vida é um dos direitos mais referenciados em instrumentos de direito internacional e nacional relativos aos direitos humanos e fundamentais, normalmente nos catálogos dos direitos, liberdades e garantias. Gomes Canotilho e Vital Moreira (1993, 174), na anotação ao artigo 24.º (Direito à vida) da Constituição da República Portuguesa (CRP) de 1976, referem […]
      Ler mais
    • Vieira, Padre António

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Vitória, Francisco de

      Francisco de Vitoria nasceu em 1483, em Burgos. Em 1505, entrou no Convento dominicano de São Paulo, naquela mesma cidade, onde permaneceu até 1508, altura em que foi enviado para estudar no Colégio de São Tiago, também da Ordem dos Pregadores, incorporado na Universidade de Paris. Em 1509, foi ordenado presbítero, tendo também terminado os […]
      Ler mais
    • Voltaire

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Wollstonecraft, Mary

      Brevemente disponível
      Ler mais
    • Yousafzai, Malala

      Breve resenha biográfica Quando tinha apenas 17 anos de idade, a ativista paquistanesa Malala Yousafzai, considerada promotora do direito à educação, fez história em 2014 ao tornar-se a pessoa mais jovem a receber o Prémio Nobel da Paz, que é a mais alta distinção a nível mundial, prémio esse que partilhou com a ativista indiana […]
      Ler mais

    Conheça os autores das entradas no Dicionário Global.

    Saber mais
    Categorias
    Voltar ao topo
    a

    Display your work in a bold & confident manner. Sometimes it’s easy for your creativity to stand out from the crowd.